quinta-feira, 12 de março de 2009

Será do tempo?

Dias como estes pedem acção. Pedem passeios, trabalhos no jardim ou no quintal, limpezas a fundo, brincadeiras ao ar livre, ou seja, dias assim pedem movimento.
Eu, ao contrário peço sossego, paz, silêncio, cama. Ando cansada. Não sei bem do quê, mas ando. E irritada. Com os colegas de trabalho, com os clientes e as suas pressas, exigências, com tudo. O esforço necessário para camuflar tudo isto chega a ser esgotante, mas felizmente tenho conseguido guardar uma dose de bom humor para a minha princesa. O marido lá se vai apercebendo e vai-me dando o espaço que preciso. Tem vindo almoçar comigo só isso já ajuda a aguentar o dia. À noite, depois da B. se deitar, faço apenas as tarefas estritamente necessárias para o funcionamento da casa e adio tudo o resto para o dia seguinte. Só penso em deitar a cabeça na almofada e dormir.

Talvez esteja a precisar de férias! Sim deve ser isso. Ou à falta disso de fim-de-semana. Até lá vou tentar mexer-me o menos possível, ou então não, vou tentar reagir e combater o que me pede o corpo (e a mente).

Será do tempo? Sim, deve ser do tempo...

4 comentários:

MyStar's disse...

Ola,
Um descando prelongado rodeada das pessoas que mais amas e isso passa num instante;
Pós nossos filhos temos sempre algo de bom guardado nos nossos corações;
Bjinhos

Ana C. disse...

Porque é que me sinto exactamente na mesma? Tudo me exige um esforço fora do normal...

Cláudia disse...

Estás mesmo a precisar de recarregar baterias...

ps- Vens ao encontro?

beijinhos

Kakia disse...

É do tempo sim, mas do tempo a menos e não do sol.
Descansa o máximo que puderes e isso passa de certeza. Eu utilizo cafeina em doses acima do recomendado, mas n é lá muito saudável...