sexta-feira, 21 de novembro de 2008

O rei cá de casa

adora a sua princesa. Têm uma relação muito bonita. Por vezes até acho que ela gosta mais do pai do que da mãe. Inseguranças passageiras que quando analisadas se revelam irreais. Mas apesar de tudo acho que comecei a amá-la muito antes dele. Agora que uma novo ser vem a caminho, e apesar de apenas ter 6 semanas (ainda não confirmadas), eu já amo este bebe. Já falo com ele, e ainda que racionalmente não seja assim, penso que ele já sente o meu amor. O pai por seu lado ri-se quando lhe falo nestas coisas. Diz que não é possível o bebe sentir nada e não lhe dá a devida atenção. Ainda que a dê á mãe. Coisas de homem que distinguem claramente a maternidade da paternidade. O que me deixa sossegada é saber que assim que ele cá estiver verei um pai completamente babado. O melhor pai do mundo!

2 comentários:

Carla disse...

É bem verdade que sentimos...
Um grande beijinho aos quatro!

Pietra disse...

Eu sabia que virias...
mais cedo, ou mais tarde não resistirias...
Não pensei encontrar-te tão cedo, ou melhor, tu é que vieste ao meu alcance.
Que bom, a princesa merecia vir um dia a recordar o amor que a mãe lhe devotava.
Quanto ao meu afilhado, que seja bem vindo...também já penso muito nele.
Que o teu reinado produza muitos frutos de amor!
Ah, o blog está lindo...muito bom mesmo.