sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Voltar a respirar...

só mesmo em Janeiro. Até lá ando atarefada a trabalhar dentro e fora de casa. A cuidar da minha mais velha, da minha bebé, que doente fica ainda mais agarrada a mim, e a cuidar de uma bebé de 84 anos que este mês está lá em casa. Com a cabeça a mil acabo por ficar rabugenta e quem leva por tabela é sempre o mesmo. Valha-me a sua santa paciência. Nem eu me aturo. Que chegue bem rápido o 2013. E que eu sobreviva até lá.

1 comentário:

Susana disse...

As melhoras para a pequenina e muita paciência para ti e o teu marido, tudo se irá ajeitar e normalizar. Um beijinho